Curso | Formação de agentes qualificados/as que atuem no domínio da Violência Doméstica e/ou da prevenção da vitimização ou revitimização desta – Técnico de Apoio à Vítima | PORTO

b learning formacao agentes

 

No final do curso, os/as formandos/as deverão ser capazes de reconhecer, de forma correta, a temática da violência doméstica ao nível do fenómeno e prestar um apoio especializado a vítimas de violência doméstica.
 

No final do curso, os/as formandos/as deverão ser capazes de:
  • Reconhecer, sem erros, a evolução histórica da violência na família;
  • Listar, corretamente, pelo menos três estratégias nacionais de prevenção à Violência Doméstica;
  • Identificar de modo correto, o papel das Organizações não Governamentais e da Sociedade Civil;
  • Identificar, corretamente, o conceito de vítima;
  • Distinguir, de forma correta, violência de género, violência doméstica, violência familiar e violência nas relações de intimidade;
  • Enumerar sem erros, os estereótipos associados à violência nas relações de intimidade;
  • Reconhecer de forma correta, a incidência e prevalência da violência nas relações de intimidade;
  • Indicar de modo correto, as perspectivas explicativas da violência nas relações de intimidade;
  • Reconhecer corretamente, os custos sociais, económicos e de saúde associados à violência nas relações de intimidade;
  • Listar pelo menos duas características das vítimas e dos/as agressores/as, de forma correta;
  • Reconhecer, sem erros, o papel dos profissionais que lidam com vítimas de violência doméstica;
  • Enumerar corretamente, pelo menos duas, necessidades das vítimas de violência doméstica;
  • Reconhecer, de modo correto, as estruturas de atendimento existentes a nível nacional;
  • Identificar sem erros, as especificidades do processo de apoio, da avaliação do grau de risco, dos planos de segurança pessoal e os processod de encaminhamento;
  • Reconhecer, de forma correta, as particularidades na intervenção com pessoas idosas e crianças vítimas de violência familiar;
  • Indicar, de modo correto, as especificidades do atendimento telefónico;
  • Identificar corretamente, pelo menos dois fatores de risco em situações de Burnout;
  • Reconhecer corretamente, a evolução histórica e legislativa do crime de violência doméstica;
  • Listar, sem erros, as fases processuais do crime de violência doméstica;
  • Indicar de forma correta, a importância dos meios de prova;
  • Enumerar corretamente, pelo menos duas medidas de coacção;
  • Descrever, de modo correto os passos para a constituição de assistente;
  • Reconhecer, sem erros, a Lei 112/2009 e o estatuto da vítima;
  • Definir corretamente a proteção policial e a tutela judicial;
  • Identificar a rede nacional de apoio às vítimas de violência doméstica, de forma correta;
  • Reconhecer, de modo correto, o programa para agressores de violência doméstica;
  • Caracterizar, sem erros, a vigilância electrónica;
  • Identificar de modo correto, a importância da constituição de assistente.
 

Módulo I – Perspetiva histórica da violência na família

  • Da invisibilidade ao seu reconhecimento social, político e científico
  • Estratégias Nacionais de prevenção à Violência Doméstica
  • O papel das Organizações não Governamentais e da sociedade civil

Módulo II – Vitimologia: Conceitos gerais

Módulo III – Violência Doméstica: Conhecer a situação e refletir sobre ela

  • A Violência nas Relações de Intimidade
  • A Violência sobre os idosos – especificidades
  • A violência sobre as crianças – especificidades

Módulo IV – Violência Doméstica: orientações para a intervenção psicossocial

  • Os/as diferentes profissionais da intervenção
  • Princípios reguladores da intervenção
  • As estruturas de atendimento existentes a nível nacional: especificidades
  • O Processo de Apoio
  • Avaliação do Risco
  • Planos de Segurança Pessoal
  • Processos de encaminhamento
  • Particularidades na intervenção com idosos vítimas de violência familiar
  • Particularidades na intervenção com crianças vítimas de violência familiar
  • Especificidades de atendimento telefónico
  • Burnout

Módulo V – A Lei e o combate à violência doméstica

  • Enquadramento jurídico-penal
  • Discussão de casos práticos numa perspetiva legal

Módulo VI – Práticas Orientadas

 

Profissionais das áreas das Ciências Socais e Humanas, do Sistema de Justiça, Profissionais da Educação, Profissionais de Saúde, Forças de Segurança, Técnicos de Apoio à Vítima, Estudantes do ensino superior e outros profissionais que lidam direta ou indiretamente com vítimas de violência doméstica.
 

Para frequentar este curso é necessário ter acesso a um computador com ligação à Internet e um browser (programa para navegar na web, como por exemplo o Google Chrome).
 

Sede do Porto APAV | Rua Aurélio Paz dos Reis 351 |4250-068 Porto
 

Marta Mendes | Gestora do Gabinete do Apoio à Vítima de Braga
 

Após a conclusão do curso com sucesso será emitido um Certificado de Formação Profissional através da plataforma SIGO (Sistema de Informação e Gestão da Oferta Educativa e Formativa) com base nos seguintes critérios:

  • Ter assiduidade no curso superior ou igual a 80%
  • Realizar as atividades propostas durante o curso
 

09 de Novembro a 20 Dezembro de 2018 – 90 horas
Sessões presenciais – 4, 11 e 18 de Dezembro de 2018 |(10h00-17h00)
 

400€

 
 
 

formacao footer 01 apav footer 02 apav footer 03 bureau footer 04

 

Apoio técnico, logístico e supervisão; promoção do reconhecimento,
das áreas da vitimologia e do apoio à vítima pelos serviços de sede.